close

Formulário de Contato

Se tens dúvidas ou precisas de esclarecimentos em relação aos nossos serviços, entra em contato conosco pelo formulário ou através de telefone.

A compaixão para com os animais é das mais nobres virtudes da natureza humana
(Charles Darwin).

Boletim Informativo

O valor da prevenção

A medicina de prevenção é a chave para uma boa saúde, mas também sinónimo de poupança. É essencial uma 1ª consulta pós-compra, para se obterem todas as informações necessárias sobre o alojamento, alimentação e outras necessidades do seu novo animal de estimação, assim como esclarecer todas as suas dúvidas e curiosidades. Este passo é extremamente importante, principalmente nos animais exóticos, porque cerca de 80% dos animais doentes deve-se a um mau maneio. Ler mais...

Circovírus em Psitacídeos

O circovírus é o vírus responsável pela Doença das Penas e do Bico em Psitacídeos. As espécies mais afectadas por esta doença são as catatuas (Cacatua spp.) e os papagaios cinzentos (Psittacus erithacus), no entanto, qualquer espécie de psitacídeo pode contrair o vírus. Ler mais...

Otite em Répteis

A deteção de uma otite em algumas espécies de répteis é por vezes complicada, pois estes animais não possuem ouvido externo (excepto os geckos e os crocodilos) e, como tal, não é perceptível a existência de um aparelho auditivo nestes animais. Ler mais...

Disecdise em répteis

Designa-se disecdiase ao processo de muda de pele que não ocorre corretamente. A pele é um dos orgãos mais versáteis possuindo, entre outras, as funções de suporte e proteção de estruturas internas, de barreira contra infeções e adquire um papel importante na regulação da temperatura e da respiração. Ler mais...

Vacinação dos Furões

Os furões devem ser vacinados contra a Raiva e contra a Esgana. Portugal é, atualmente, considerado um pais livre de Raiva, no entanto, temos um controlo muito apertado da doença. A vacinação é obrigatória para todos os furões e para outros carnívoros, como os cães. Não existe nenhuma vacina especialmente desenhada para os furões sendo, normalmente, utilizadas as que se destinam aos cães e gatos, com bastante sucesso. O protocolo vacinal é uma primo-vacinação aos 3 meses, realizando-se uma revacinação anual. Contudo, por estas vacinas não serem licenciadas para o uso em furões, podem ocorrer reações alérgicas. Ler mais...

Vacinação de coelhos

Os coelhos (Oryctolagus cuniculus) devem ser vacinados contra 2 doenças víricas: a Mixomatose e a Doença Vírica Hemorrágica. A Mixomatose é uma doença vírica, altamente contagiosa, provocada por um poxvírus muito comum em coelhos selvagens. É transmissível por contacto direto ou por vetores, como pulgas, mosquitos e ácaros. Os animais com acesso ao ar livre são os mais suscetíveis, mas qualquer um pode ser infetado. Ler mais...

Sarna em Porquinhos-da-Índia

Em porquinhos-da-Índia os parasitas externos mais frequentes são os ácaros, principalmente, os responsáveis pelo aparecimento de sarna, como o Trixacarus caviae. Os sinais de sarna são variados mas os mais comuns caracterizam-se pelo aparecimento de lesões na região dos ombros, dorso e flancos e por prurido intenso. Por vezes, o prurido leva à automutilação do animal com a formação de feridas graves. Ler mais...

Horário de Atendimento

8:00 - 20:00
Segunda-feira - estamos abertos!
  • Seg
  • Ter
  • Qua
  • Qui
  • Sex
  • Sab
  • Dom

Médica-Veterinária

Dra. Inês Cardoso, CP: 4550

Licenciada (pré-Bolonha) em Medicina Veterinária no ICBAS-UP em 2008. Realizou diversos estágios e pós graduações na área de medicina e cirurgia de animais exóticos entre os quais na Avian Exotic Animal Clinic of Indianapolis (EUA), no Loro Parque (Tenerife) e na Vets Now Referrals Swindon (Inglaterra). Fez ainda formação complementar em patologia clínica veterinária no NationWide Laboratories (Inglaterra).

1 anos de prática
1 cédula profissional

Médica-Veterinária

Dra. Inês Cardoso, CP: 4550

Colabora com o Laboratório Cedivet - Centro de Diagnóstico Veterinário no Porto no serviço de patologia e clínica laboratorial dos novos animais de companhia/animais exóticos. Desde 2013 que integra a equipa do Banco de Sangue Animal. Tem como interesses profissionais a patologia clinica e medicina transfusional de animais exóticos e a sua complementaridade na prática clínica.

1 anos de prática
1 cédula profissional

Últimos posts

Opinião dos nossos clientes

Grande ideia #exoticos

@exoticospt

Bom trabalho #exoticos.

@tvi24